You are currently browsing the category archive for the ‘tv e séries e filmes’ category.

portentosa, a Catarina Wallenstein neste filme.
(*)

continuar a ver o 24!
ontem, devorei furiosamente uma maçã, para me acalmar os nervos da confusão toda que ía na casa branca!! a seguir, dobrei meias e cuecas, enquanto a presidente estava trancada num abrigo com o jack bauer!
uma canseira, meu deus!

agora vou alucinar com o 24!

até…

lá está o jack bauer metido numa carga de trabalhos!!!
e desta vez muito bem acompanhado, por uma senhora do fbi!!
o tony almeida ‘ressuscitou’. para ficar excelente, só faltava acontecer o mesmo à nina meyers! aí é que era o delírio!
a madam president não tem carisma nenhum – já desde o filme que antecipou a série, que ela me faz lembrar a ministra da educação, o que não é uma lembrança muito boa, convenhamos!
mais uma vez, os SUV’s da Ford são lindos!!!
e, agora, vou ficar a salivar até à próxima quarta-feira!

24

hoje às 22:40 na rtp 2!

ao Programa do Aleixo!!!
a.d.o.r.o.!

ontem, toda contente para que chegassem as 21:50 para ver a clínica privada, quer dizer a addison montgomery! e não é que a meio da coisa, crashei por completo???
olhem que também não desgosto da psicóloga  e do escurinho! sam. acho que é assim que ele se chama!
mas, prontoS… aquela é uma série de caca com uma protagonista que é uma bomba!!!

( imagem: daqui )

papei os nove episódios num ápice!
e a lena heady… bem… nem vos digo! uau!

as séries todas, sim t.o.d.a.s., da Vingadora!
para já, e porque ainda não sei o resultado do eurocoiso, contentei-me em me oferecer a trilogia Azul, Branco, Vermelho.

[agora lembrei-me que uma dupla Jack Bauer/Sidney Bristow seria portentosa, caneco! a minha Maria diz que a fantasia é uma coisa boa, portanto fico descansada quando tenho estes delírios!]

adenda: a ingratidão é uma coisa muito feia. porque deriva de um esquecimento que não deveria acontecer. eu não ME ofereci a trilogia. eu ÍA oferecer-ME a trilogia. mas a minha querida Maria tirou-me os dvd’s da mão e disse que era oferta DELA! assim sim! (não tenho vergonha nenhuma! como é que eu me esqueci???)

ali na rtp2 o jack bauer acabou de partir o pescoço a um tipo, fazendo-lhe uma gravata com a perna direita. é muito jogo, man!

season 1season 2

e.s.p.e.c.t.a.c.u.l.a.r !!!

e para quando a série 3, cá?  c*ck.s*ckers!

depois de sofrer p’ra cacete com o jogo, já estive a ver o episódio da semana passada do 24 e agora vou ver o desta!
se não é ser-se maluco, anda lá perto!

repito a dose do post anterior. muito polga, muito miguel veloso, raisparta o van der sar e finalmente gostei imenso do abel e do ronny. mais do abel.

shortbus.jpg
(clique na foto para ampliar)

SHORTBUS

brutal!

jack-bauer.jpg

ver o 24 uma vez por semana?!?!?
quem é que aguenta, hem?
eh pá e quando formos de férias?
aiiiiiiiiiiii!

(até amanhã. vou dormir.)

é o título do documentário exibido ontem na rtp2, realizado por Kiluanje Liberdade e Ondjaki.

este documentário fez parte da selecção do Doclisboa e era apresentado assim:
Um filme em Angola, sobre Luanda. Angola, 30 anos de Independência, três anos de paz. Capital, Luanda. Cidade construída para 600.000 habitantes. Actualmente com quatro milhões. Cruzamento de várias realidades e gente de todas as províncias. Elo de ligação com o resto do mundo. A vida desta cidade são as pessoas. Que pessoas? Através de 10 personagens, mostram-se formas diferentes de viver e interpretar a cidade.

eu fiquei maravilhada a ver. sou branquelas da silva, só lá vivi até aos doze anos, mas aquilo diz-me tanto. e a irmã Domingas? fantástica, essa missionária que tem um papel tão importante junto da população de um bairro que terá certamente dimensões de cidade, ao qual chama Estalagem e fica perto de Viana.
há uma coisa que me fascina nos angolanos – a sua extrema boa educação. ontem, no documentário, a irmã Domingas estava com uma adolescente, que toma conta do irmão bébé durante o dia. a conversa é feita dentro de uma sala de aulas. quando termina, a irmã diz que ela pode retirar-se e a miúda responde “dá licença”. uma miúda de um bairro quase de lata, não de lata mas de blocos, que fica sózinha o dia todo na companhia de outras crianças, enquanto os pais vão trabalhar. por cá também é assim… eles pedem licença, agradecem, etc, etc. quando se diz que os pais não têm tempo para educar os filhos…

do Ondjaki é o livro que ando a ler “Quantas madrugadas tem a noite”.

que trampa de coisa era aquela que estava a dar ontem à noite na TVI, e o que raio lá faziam o rui zink, a clara pinto correia e o carlos quevedo?

quando o 24 começou a dar na televisão portuguesa, andava eu muito ocupada com as coisas da bola.
nunca acompanhei a série. há uns meses lembrei-me de comprar a 1ª temporada. e foi uma doença que de mim se apoderou!
confesso que só tenho pachorra para ver aquilo assim, de empreitada. não consigo criar hábitos regulares, muito menos para ver televisão. excepção feita à vingadora, mas enfim, a jennifer garner vale todos os sacrifícios!
hoje vou (vamos, porque a Maria é pior que eu!) começar a ver a 5ª temporada!
é de loucos!

correio

meiavolta(at)gmail(dot)com

fotografias

todas as fotografias aqui reproduzidas são da autoria de ©Anabela Brito Mendes, excepto se forem identificadas.

acordo ortográfico

não sei como se faz e nem quero saber!

Categorias

voltas passadas