o inverno e eu nem vi o outono…

Rosalinda
se tu fores à praia
se tu fores ver o mar
cuidado não te descaia
o teu pé de catraia
em óleo sujo à beira-mar.

o que vale é ouvir a voz maravilhosa do Fausto, para amenizar aquele trânsito horroroso!
tem trinta anos, esta canção. eu conheço-a há… vinte e quatro, talvez. estou a ficar cheia de memórias, credo! (uma boa forma de dizer que se está a ficar velho)
olho para trás e só vejo nevoeiro – não é metáfora, é a realidade. está um dia estranhíssimo. podia estar a chover, mas não nos retirarem luz. agora, chuva e cinzento é mesmo bera! e pensar que em oeiras estavam mais três graus que em lisboa!
quero ir para a caaaaaaaaaaama!